Ação Civil Pública requer contratação de concursados da Saúde

Sindifarma se reúne com juiz do processo e pede deferimento de ação do MP

27/06/12

Em 26 de junho de 2012, a presidente do Sindifarma, Eliane Simões, e assessor jurídico da entidade, Dr. Cláudio Andrade, estiveram reunidos com o juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública, Dr. Ricardo D´Ávila, responsável por analisar ação civil pública com pedido de liminar, movida pelo Ministério Público. O intuito da ação é o de obrigar a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia – Sesab a chamar os candidatos aprovados no concurso público de 2008.

Não se pode conceber a permanência de contratações pelo Reda e pelas terceirizadas, a exemplo da Fundação José Silveira e do IGT (Instituto de Gestão e Humanização), uma vez que o concurso encontra-se em seu prazo de validade. Com a iniciativa, o Sindicato quer ressaltar a importância desta justa reivindicação, que busca defender o direito dos candidatos aprovados, bem como o respeito ao princípio do concurso público. É preciso suprir a deficiência de recursos humanos nos estabelecimentos de saúde, para que se possa melhorar a qualidade da atenção à saúde da população.

Diante da boa receptividade ao pleito dos seus representantes na ocasião, o Sindifarma confia que o Dr. Ricardo D´Ávila defira o processo encaminhado pelo MP e conceda a liminar até o final desta semana. O Sindicato permanece acompanhando atentamente o desenrolar da situação.