Aprovação de lei entra para a historia da farmácia no Brasil

Igor Prado (ef UFBA)

Por Igor Prado, estudante de farmácia da Ufba

Depois de exatos 20 anos de muita luta por parte de profissionais farmacêuticos e entidades representantes da profissão, como o Sindifarma, que conseguimos, neste ano, comemorar uma vitoria que já entrou para a  historia da farmácia no brasil. A aprovação da PL 4.385/94, que classifica a farmácia como estabelecimento de saúde, tendo o farmacêutico como único e insubstituível responsável técnico, é um enorme ganho não só para a categoria profissional, mas também para a população.

A nova legislação versa que o farmacêutico dever estar presente em todo o horário de funcionamento do estabelecimento. Essa medida só contribuirá para que a população entenda o real papel do profissional farmacêutico como zelador da sua saúde, tendo em vista o medicamento não somente como mero produto comercial, mas como coadjuvante importante à manutenção da saúde, e que precisa de orientação adequada quanto a sua utilização. A automedicação, por exemplo, é um grave problema de saúde publica no país, mas que com essa lei tende a baixar os índices de morte e intoxicação medicamentosa.