Debate discute o medicamento como estratégia de proteção à saúde e à soberania nacional

Voltado para farmacêuticos, evento reuniu grandes nomes da saúde e política

Mesmo em tempos precauções com aglomerações públicas, devido à pandemia mundial do coronavírus, os profissionais da área farmacêutica atenderam ao convite do Sindicato dos Farmacêuticos da Bahia – Sindifarma e, no dia 13 de março, participaram de uma mesa-redonda sobre o tema “Medicamentos: estratégia de proteção à saúde e à soberania nacional”, no auditório da Casa do Comércio.

O presidente do Sindifarma, Magno Teixeira, abriu o evento que contou com as presenças do presidente do Conselho Regional de Farmácia – CRF-BA, Alan Brito e da vereadora de Salvador, Aladilce de Souza. Também compuseram a mesa o vice-presidente de Inovação em Saúde da FIOCRUZ, Jorge Bermudez e o presidente da Fecomércio Bahia, Carlos de Souza Andrade.

Ao iniciar as discussões, o representante da FIOCRUZ defendeu que o acesso ao medicamento para a proteção da saúde é um direito assegurado pela Constituição Federal e é de extrema importância ao indivíduo. Bermudez disse, ainda, que é urgente a revogação da PEC 241 ou 55, que congela investimentos em saúde e educação para os próximos 20 anos.

Não à toa que profissionais da área farmacêutica e usuários de medicamentos realizam frequentemente encontros nacionais. Uma dessas reuniões resultou na Carta do Rio de Janeiro contra a política governamental. Segundo Bermudez, “o medicamento deve ter uma demanda inelástica e precisa atender às necessidades da população, como solução para as enfermidades”. Portanto, o agravamento das moléstias acarretará, consequentemente, em maior custo.

Já o presidente da Fecomércio defendeu, durante o evento, a manutenção do SUS como um direito da população à saúde. O farmacêutico defendeu a instituição de uma “cesta básica” de remédios, em nível nacional, como forma de atender o acesso da população aos medicamentos.

Homenagens

No decorrer da atividade, a direção do Sindifarma homenageou vários farmacêuticos presentes. A vice-presidente Soraya Amorim fez a entrega de um prato alusivo à comemoração dos 60 anos de existência da entidade. Receberam a honraria os farmacêuticos: Edson de Santos, Carlos Andrade, Irineu Walmor Júnior, Gibran Souza Evangelista, Celeste Oliveira, Jorge Bermudez, Ana Clara Giffoni e Maria Ivone Santana.

[photo_gallery_wp id=”9″]