MP move ação contra as contratações de terceirizados e Reda pelo Estado

Sindifarma acompanha processo e cobra liminar

06/06/12

No último dia 15 de maio, o Ministério Público deu entrada em ação civil pública contra o Estado. O Processo 0339926-77.2012.8.05.0001, registrado na 5ª Vara da Fazenda Pública, requer a substituição dos trabalhadores terceirizados e contratados em modalidade Reda na área da Saúde pelos profissionais aprovados em concurso.

Na segunda-feira (4), a presidente do Sindifarma Eliane Simões e o advogado Cláudio Andrade, em companhia de farmacêuticos, estiveram no Fórum Ruy Barbosa, para solicitar a autuação do processo ao juiz Ricardo D’Ávila. Na próxima terça-feira (12), o Sindifarma segue em nova diligência e convoca os colegas para acompanhar o andamento e pedir expedição de liminar que faça cumprir a petição encaminhada pelo MP.

A ação movida pelo Ministério Público fortalece o movimento do Sindifarma, que vem lutando contra as terceirizações dos laboratórios da rede da Sesab e buscando a contratação dos profissionais aprovados em concurso. O Sindicato torce por um resultado favorável a moralização, a dignidade dos trabalhadores e a saúde da população.